Como COBRAR pelo seu Trabalho?

Como COBRAR pelo seu Trabalho?

Olá! 

Eu recebi uma pergunta muito interessante no meu Facebook. A grande questão foi a seguinte: “Fabio, quanto que eu cobro pelos meus trabalhos? O melhor é precificar por job, mensalmente ou por contrato?” Se você também quer saber como cobrar pelo seu trabalho e, claro, garantir um excelente lucro, confira todos os detalhes neste artigo! 

A lógica sobre como cobrar pelo seu trabalho 

A primeira coisa é saber o seu preço. Procure pesquisar a média de valor dos profissionais da sua área, jogue no Google “quanto custa profissional x”. 

Os resultados provavelmente serão relativos a colaboradores de empresas, por isso, o custo real deve ser o dobro do que aparece, por conta de impostos, benefícios, etc. Mas, de qualquer forma, já para ter noção do quanto vale o seu custo/hora

Por exemplo, imagina que você vai contratar um profissional para pintar uma parede, então, ele te passa o valor de R$ 1.000. Isso não seria o ideal. O que eu recomendo é o cara falar: “Olha, para eu pintar uma parede como essa, vou gastar quatro horas, por que preciso dar duas demãos. A minha hora é R$ 100, ou seja, o custo é de R$ 400.” 

Só que aí tem mais uma sacada… É preciso cobrar a margem de lucro. Lembre-se sempre que há os custos com impostos, encargos operacionais, etc. Por isso, em média, é interessante colocar uma margem de lucro entre 15% a 40%. 

No caso do orçamento da pintura, o ideal seria multiplicar os R$ 400 por 1,4. Então, o pintor não cobraria R$ 400 e, sim, R$ 600. A sacada é pensar no custo de trabalho e, também, no lucro em cima disso. Essa é a lógica correta de como cobrar pelo seu trabalho!

Cobrar por projeto ou mensalmente? 

Isso depende bastante do tipo de trabalho. Quando você é um freelancer, por exemplo, o melhor é cobrar por projeto, por exemplo: quantidade x de conteúdos, desenvolvimento de um site, edição de x vídeos, entre outros. Ou seja, pense no escopo de trabalho que você entregará. 

Agora, se você é um consultor, o ideal é vender um pacote de horas. Eu sei que isso, muitas vezes, também acontece com freelas, mas não é o jeito correto. Isso porque se você fecha uma quantidade de horas fixas de trabalho, só que sem contrato, pode dar vínculo empregatício. 

Já na Mestre, a gente faz contratos com até um ano de trabalho. Essa sacada é importante para ter mais visibilidade de caixa. Se eu fechasse jobs pontuais, eu teria que matar um leão todo mês. 

Qual o prazo ideal de contrato? 

Confesso que, no início da minha agência — quando ainda era só Mestre SEO —, eu não conseguia fechar projetos com mais de seis meses. Isso porque a gente só conseguia mostrar resultado a partir do terceiro mês de trabalho. Mas, ao longo do tempo, eu consegui ter mais autoridade para definir trabalhos de 12 meses.

Se o seu caso for a criação de um site, por exemplo, estima como cobrar pelo seu trabalho, o tempo de dedicação necessária e fecha um contrato por esse período. Mas o bacana da recorrência é poder oferecer manutenção depois. É a grande sacada de ter previsibilidade de crescimento do seu negócio. Beleza?

Tudo isso vai te ajudar a como cobrar pelo seu trabalho e ter uma sustentabilidade para o sucesso. 

Espero que eu tenha te ajudado. Se ficou alguma dúvida, deixa aqui nos comentários e, também, aproveite outros conteúdos do blog Agência10X

Um forte abraço e até mais! 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAIBA COMO FAZER SUA AGÊNCIA DIGITAL VENDER MAIS
DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE GRATUITAMENTE