Plano de Metas para Crescimento em Agência Digital

Plano de Metas para Crescimento em Agência Digital

Ao conversar com donos de outras agências, começamos a analisar como nós estipulamos o crescimento da nossa empresa e de nossos integrantes. Chegamos a conclusão, então, que há um pensamento muito forte sobre a importância de um plano de metas para atingir resultados.

Por isso, resolvi compartilhar com você uma visão desse plano que talvez você precise sendo dono de empresa, consultor ou freelancer. Metas são sempre importantes em todos os casos!

Quais os indicadores usados em um plano de metas?

Primeiro de tudo, você precisa ter em mente a função do plano de metas. Sempre que aspiramos chegar em algum lugar precisamos ter um indicador, certo? O que é ponto A e qual é o caminho que deve ser percorrido para chegar no ponto B? Para responder esta pergunta, é preciso de um plano com indicadores mensuráveis.

Por exemplo, se sua meta é aumentar o número de visitantes em 200% nos próximos dois anos, qual será o indicador? O número de visitas. Com ele, você saberá se está se aproximando da meta por meio de uma métrica real.

Para isso, costumo dizer que há quatro indicadores que podem ser usados em um plano de metas, principalmente em agências. São eles:

1. Aspectos operacionais

Esses são os aspectos que podem ser analisados no dia a dia da sua empresa, como:

  • número de visitantes;
  • número de leads;
  • número de conversão;
  • produção e volume de conteúdo;
  • custo por lead;
  • valor de aquisição, entre outros.

2. Aspectos estratégicos

Esse pode ser por meio da avaliação da satisfação do cliente. Aqui na Agência Mestre, fazendo a pesquisa de NPS. Por meio dela, é possível entender se seu cliente está engajado, se ele divulgaria a sua marca e se ele está satisfeito com o trabalho que vem sido entregue.

3. Taxa de renovação

Por meio da taxa de renovação, você avalia quantos clientes estão ou não renovando o contrato com a sua empresa. Ela está diretamente ligada, salvo exceções, ao sucesso do trabalho entregue.  

4. Taxa de Up Sell

Com a taxa de Up Sell, você avalia qual é receita do cliente com você e se ela vem aumentando. Outra maneira de medir isso é por meio do MRR (Monthly Recurring Revenue), que nada mais é do que a receita mensal recorrente.

Montando um plano de metas

Ao montar um plano de metas, você precisa entender que ele é composto de:

  • metas individuais: é a meta estabelecida para cada pessoa da sua empresa, que ajuda a mensurar a qualidade do trabalho oferecido por ela;
  • metas de projeto: aqui são estabelecidas metas para cada projeto, afinal, cada cliente tem uma necessidade específica. Pense que para um cliente X a empresa tem que entregar uma quantidade de leads X;
  • metas da equipe: neste caso, você soma as metas individuais e divide pela equipe toda. Isso ajuda a entender se vai haver alguma bonificação pela boa performance de todos daquela área e, também, te permite avaliar o gestor do setor;
  • periodicidade de análise das metas: de quanto em quanto tempo você vai olhar as metas? Isso depende muito.  Se você é o líder da área, por exemplo, é importante acompanhar os indicadores dos seus liderados semanalmente e mensalmente. Já as suas individuais, é indicado ficar de olho diariamente. Já a avaliação trimestral e semestral das metas individuais, por exemplo, permite analisar um certo período com mais consistência para montar um plano de carreira sólido.

Definindo as metas

Um plano, portanto, precisa ter um indicador de sucesso para avaliar se você está se aproximando do quanto você quer chegar. Mas a definição das metas deve ser feita com sabedoria, senão, em vez de estimular, acaba frustrando os envolvidos.

Isso acontece, principalmente, quando essas metas são pouco desafiadoras ou fáceis de serem batidas, ou, o contrário, quando são inatingíveis! É preciso encontrar um equilíbrio.

Pergunte ao seu colaborador, qual é a meta que ele quer colocar naquele projeto com base na média trimestral em relação ao ano anterior? O ideal é que ele esteja um pouco desconfortável com a meta, para se sentir desafiado a buscar uma melhoria contínua, mas não a ache impossível. Caso seja muito difícil, é importante criar passos intermediários, para que ela seja batida em etapas.  

E lembre-se: jamais aumente uma que ainda não foi batida!  

Dica: um exercício legal é definir uma meta no papel e colocar uma pontuação, de 0 a 10, medindo o quanto você considera que ela é desafiadora. Se a resposta estiver entre 7 e 8, é porque esta é uma meta interessante.

Aqui na Mestre, por ser uma agência de performance com foco em resultado, ter metas audaciosas é um dos nosso valores. E aí, qual é o seu? Tire todas suas dúvidas com a Agência 10x.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAIBA COMO FAZER SUA AGÊNCIA DIGITAL VENDER MAIS
DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE GRATUITAMENTE

WORKSHOP AGÊNCIA10X
INSCRIÇÕES ABERTAS
INSCRIÇÕES ABERTAS
INSCRIÇÕES ABERTAS
INSCRIÇÕES ABERTAS
INSCRIÇÕES ABERTAS
INSCRIÇÕES ABERTAS
INSCRIÇÕES ABERTAS
INSCRIÇÕES ABERTAS
INSCRIÇÕES ABERTAS
Inscrições abertas para o

Vem aí o Workshop Agência10x nos dias 06/02, 08/02 e 10/02

INSCREVA-SE E RECEBA ACESSO GRATUITO ÀS AULAS!