Jornada Empreendedora: Vezes Que Pensei em Desistir De Empreender

Jornada Empreendedora: 5 Vezes Quase Pensei Em Desistir De Empreender

Eis aqui uma frase que eu queria ter ouvido de alguém quando comecei minha jornada empreendedora: “é normal pensar em desistir de empreender”.

Enquanto empreendedores, temos assuntos sensíveis que não costumamos falar, geralmente sobre dinheiro ou momentos que consideramos “fraqueza”. Mas meu compromisso aqui é com quem quer ter uma jornada de sucesso, e uma jornada de sucesso tem altos e baixos.

Por isso, separei 5 momentos da minha trajetória em que já pensei: “agora eu vou ter que desistir do meu sonho”. 

Espero que você enxergue esse conteúdo como um conjunto de instruções para te inspirar em um momento de necessidade e que ajude te ajude se estiver precisando de motivação para continuar — porque, cara, vale a pena persistir em algo que a gente acredita e ama. 

Boa leitura! 

Fabio Ricotta: conheça meus primeiros passos na minha  jornada empreendedora

Para quem não conhece minha história, comecei na Internet em 2000, na cidade de Itajubá, onde residia. Aprendi HTML com meu amigo Rodrigo Almeida usando uma folha de papel que descrevia as principais tags. 

Em 2008, fundei a MestreSEO com meu ex-patrão Elias DaSilva, e com Frank Marcel, começamos a construir a agência. Hoje, após anos de trabalho duro, a Agência Mestre é uma das agências de marketing digital mais renomadas do Brasil! 

É difícil prever o futuro, eu sei, mas sei também que há muitos pontos a melhorar como empreendedor e profissional. Por isso, continuo buscando preencher lacunas na nossa estrutura para lançar novos projetos junto à Mestre.

O primeiro ponto importante de citar é que eu não fazia ideia do que eu estava fazendo. Afinal, eu nunca tinha sido empreendedor antes! Me considerava um analfabeto de gestão empresarial e não tinha conhecimento suficiente para ter confiança nas ações, mas uma coisa fez com que desse certo: eu estava determinado a aprender.

Leia também: 7 lições de vida para empreendedores que eu gostaria que tivessem me ensinado

Minha primeira dica para você que empreende é: esteja disposto a aprender! 

Isso não é ficar esperando um conteúdo legal chegar na sua caixa de e-mail ou um anúncio aparecer enquanto você rola nas redes sociais. Seja intencional com o que quer aprender. 

Tenha uma agenda para:

  • estudar;
  • aplicar testes;
  • analisar resultados;
  • melhorar;
  • recomeçar o ciclo.

Mas, atenção, não basta apenas aprender, mas é preciso aplicar! 

5 Vezes que pensei em desistir de empreender

Você deve saber que a jornada empreendedora é cheia de desafios e momentos difíceis que muitas vezes nos fazem questionar nossa capacidade e força de vontade. Ao longo da minha carreira, eu me deparei com 5 momentos que quase me fizeram desistir de empreender. Veja quais foram eles: 

1. Décimo terceiro salário

A primeira vez que me deparei com a obrigação de pagar o décimo terceiro salário, eu não sabia se iria conseguir.

Hoje eu sei que, quando se fala sobre o financeiro da agência, precisamos de muita organização, consciência sobre os gastos, entradas e saídas do negócio. Nesse momento, não era mais somente sobre mim, estava falando da vida dos meus colaboradores, pessoas que precisam desse dinheiro para viver. 

Para superar, foi necessário entender a flexibilidade de prazos e financiamento alternativos para cumprir com essa responsabilidade.

2. Alagamento do escritório

Esse momento, na verdade, aconteceu duas vezes e trouxe um prejuízo direto no material, uma das maiores frustrações ao empreender. Na segunda vez, um cano estourou no nosso escritório presencial e alagou a sala e mais os oitos andares abaixo do prédio. 

Perdemos materiais devido ao alagamento e ainda ficamos datados como “responsáveis” pelo incidente.

Aqui, você precisa ser um bom líder, ter controle da situação e ter um bom advogado. O que um bom líder faz nesse momento? Direciona e mobiliza rapidamente o time para a solução, encontrando um novo lugar temporário e dando o básico para as atividades continuarem. Não adiantava reclamar da perda ou da operação parada. 

Foi necessário respirar fundo e encontrar a melhor solução no menor tempo possível, prevendo financeiramente a recuperação dos prejuízos materiais. E o advogado foi essencial para esclarecermos a situação. 

3. Audiência judiciária

Enfrentar uma audiência judiciária foi extremamente estressante e me fez questionar a viabilidade do negócio. Foi o momento em que pensei: “hoje é o último dia disso aqui”.

A importância de estar ao lado das pessoas certas é fundamental. Sejam sócios, colaboradores, ou, nesse caso, um profissional do jurídico. Ter um profissional de confiança para auxiliar a se preparar é essencial. Aprendemos muito sobre gestão de riscos nessa situação.

4. Pandemia

Acredito que esse foi um momento em comum de dificuldade para grande parte dos negócios, e que com certeza deve ter abalado a sua jornada empreendedora também. 

Quando a pandemia aconteceu, foi desesperador. Nos primeiros dias, a incerteza foi esmagadora. Adaptamos rapidamente nossas operações, investindo em tecnologia para trabalhar de maneira totalmente remota em Home Office. 

Pela transição e pelo momento de crise, perdemos boa parte dos nossos clientes e a opção para não ficar no negativo foi recorrer a uma linha de crédito. 

Como líder, foi crucial olhar para a equipe, garantindo que o time se mantivesse motivado e informado sobre mudanças, próximos passos e expectativas. Além disso, uma boa gestão financeira foi essencial. 

Ter um bom contador nesses momentos é fundamental para ajudar a planejar e gerenciar os recursos de forma eficaz.

Leia também: Trabalho remoto: conheça rituais para manter a alta performance

5. Perda do maior cliente da agência

Se você é dono de agência, a chance disso acontecer é alta. A situação foi que a agência Mestre tinha um cliente muito grande, responsável por um caixa de 110 mil reais mensais. 

Tínhamos uma equipe de 12 pessoas alocadas diretamente para eles. Um dia, o cliente nos informou que aquele seria o mês de aviso prévio e que eles estariam encerrando os serviços conosco.

Minha maior preocupação foi sobre os 12 colaboradores diretamente envolvidos no projeto. 

Tivemos que realocar o time, e, infelizmente, alguns desligamentos foram necessários. O foco foi revisar os processos de saídas dos clientes, entender como minimizar o impacto e intensificar o comercial para conquistar novos clientes.

Uma dica de ouro é: não tenha um cliente na sua cartela que seja responsável por mais de 20% do seu faturamento! Caso precise muito, opte por ter cláusulas de saída muito longas em seu contrato! 

Leia também: Plano de metas para crescimento em agência digital

Qual deve ser a chave da superação na jornada empreendedora? 

A chave da superação está em três pilares principais: 

Resiliência

No empreendedorismo a palavra resiliência significa não se deixar abater pelos desafios e fracassos, mas sim aprender com eles e continuar avançando. 

Ser resiliente é fundamental para enfrentar as adversidades com determinação e coragem, mantendo o foco nos objetivos e buscando soluções mesmo em momentos de crise.

Aprendizado contínuo 

Estar sempre disposto a aprender é crucial para o sucesso da sua jornada empreendedora. O mercado e as tecnologias estão em constante evolução, e é importante acompanhar essas mudanças. 

Aprender continuamente significa buscar novas habilidades, atualizar conhecimentos e estar aberto a novas ideias e métodos. 

Esse hábito de aprendizado contínuo permite que você se adapte melhor às mudanças e se mantenha competitivo.

Equipe unida

Uma equipe unida é essencial para o sucesso de qualquer empreendimento. Contar com pessoas que compartilham dos mesmos valores e objetivos fortalece a empresa. Uma equipe coesa trabalha de forma mais eficaz, comunica-se melhor e está mais disposta a enfrentar desafios coletivamente. 

A confiança mútua e o apoio entre os membros da equipe criam um ambiente de trabalho positivo, aumentando a produtividade e a satisfação geral.

Leia também: Como reconhecer o trabalho da sua equipe

Cada desafio enfrentado trouxe lições valiosas para mim, tanto no âmbito profissional quanto no pessoal. Aprendi a ser mais resiliente, a planejar melhor e a valorizar a importância de uma gestão financeira sólida.

Além disso, é crucial ter uma rede de apoio confiável. Esteja ao lado de pessoas que complementam suas habilidades e compartilhem dos mesmos valores e objetivos.

Por fim, o erro vai acontecer. Os problemas surgirão quando você menos esperar. A forma como você reage a essas situações define seu sucesso como empreendedor. Aprenda com cada obstáculo, evolua com cada experiência, e, acima de tudo, nunca desista dos seus sonhos.

Se você quer saber mais detalhes sobre esses momentos e as estratégias que utilizei para superá-los, assista ao vídeo no YouTube! Nele, eu compartilho insights valiosos e experiências que podem fazer toda a diferença na sua jornada empreendedora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAIBA COMO FAZER SUA AGÊNCIA DIGITAL VENDER MAIS
DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE GRATUITAMENTE

Nosso evento presencial para donos de agências está chegando!

Garanta seu lugar e aprenda a vender mais e fazer sua operação funcionar sem depender de você.

Quer saber mais? Fale o time!